Início / Blog / Português / Como usar a vírgula corretamente?

Como usar a vírgula corretamente?

Responsive Image

Usar a pontuação correta em um texto é importante não só para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) ou para o vestibular, mas para a vida toda. Se você não souber empregar a vírgula do jeito certo, poderá mudar completamente o sentido de uma frase e comunicar o contrário do que você gostaria. Por isso, seja para escrever uma redação, um e-mail, um bilhete e até mesmo uma mensagem no WhatsApp, usar a pontuação corretamente é fundamental. 
 
Veja só esse exemplo:
 
Não vai ter sobremesa. (sobre ausência do doce após a refeição)
 
Não, vai ter sobremesa. (um alerta de que haverá doce após a refeição)
 
Viu como a vírgula pode mudar todo o sentido de uma frase? Então, a pergunta que você pode estar se fazendo agora é: como usar a vírgula corretamente? Fica tranquilo! Neste artigo, vamos explicar para você quais são as regras de pontuação e quando você deve ou não aplicá-las. Continue a leitura e confira.

Os sinais de pontuação na Língua Portuguesa

A Língua Portuguesa possui diversos sinais de pontuação, que são sinais gráficos usados para dar coerência, coesão e ritmo ao texto. Entre eles temos o ponto final (.), a vírgula (,), o ponto e vírgula (;), dois pontos (:), reticências (…), ponto de exclamação (!), ponto de interrogação (?), aspas (“”) e travessão (—). 
 
Quando empregados corretamente, esses sinais conseguem garantir uma boa compreensão da informação que o autor deseja transmitir, isso evita dúvidas e incoerência. Além disso, o texto fica mais interessante e gostoso de ler. Por isso, todo estudante, principalmente quem vai fazer uma prova importante para conseguir uma vaga na universidade, precisa dominar a pontuação. Esse conhecimento pode fazer a diferença na redação, um item muito importante no Enem e em vários vestibulares. 

O que é a vírgula

A vírgula é o sinal de pontuação que tem uma variedade de funções, por isso é tão comum encontrá-la nos textos. Em geral, ela é usada para separar elementos dentro de uma frase e separar orações dentro de um período. 
 
Há quem diga que ela deve ser empregada para marcar as pausas da respiração durante a leitura, mas esse conceito é errado e, se for utilizado, pode prejudicar o seu raciocínio ao fazer a prova. 
 
Algumas regrinhas podem ajudar você a usar a pontuação da maneira correta, veja no tópico abaixo.

Quando aplicar o uso da vírgula

Quanto mais escrevemos ao longo da vida e praticamos a aplicação correta da pontuação, mais fácil fica usar a vírgula corretamente. Mas enquanto isso ainda não é automático para você, vale a pena treinar. Não tenha pressa ao escrever a sua redação, pois será necessário prestar atenção e avaliar se você está aplicado a vírgula do jeito certo. Para ajudar nessa tarefa, confira algumas regrinhas sobre o uso correto da vírgula. 

Separar elementos que podem ser listados

Quando a frase traz diversos itens que precisam ser citados um após o outro e que possuem a mesma função sintática, é necessário utilizar a vírgula. 
 
Exemplos:
 
– No dia da prova, não esqueça de levar seu documento, a caneta preta, o cartão de confirmação impresso, seu lanche e a água
 
– Nas minhas férias, viajei para Holanda, Espanha, França e Inglaterra.
 
– Eles andaram, pararam, se sentaram e saíram novamente.

Isolar o aposto

Você deve empregar a vírgula quando citar alguém ou alguma coisa que precisa de uma explicação para contextualizar o leitor, ou seja, um aposto
 
Exemplos: 
 
Ana Clara, a menina que acabou de ser contratada, faltou no primeiro dia de trabalho.  
 
Jorge, o professor de português, deu uma aula incrível no cursinho ontem. 

Isolar o vocativo

A vírgula também é utilizada quando você precisa indicar ou chamar a atenção do seu interlocutor, ou seja, utilizar um aposto. 
 
Exemplos:
 
Jorge, não venha me dizer que faltou à escola.
 
Professor, desculpe o atraso.

Orações adversativas

Quando você quer exprimir uma ideia de oposição em sua frase, geralmente utiliza termos como “mas”, “entretanto”, “porém”, “todavia” e “contudo”, criando uma oração adversativa. Nestes casos, você deve acrescentar a vírgula como nos casos abaixo.
 
Exemplos:
 
– Nunca gostei de chocolate, mas essa torta está uma delícia.
 
– Finalmente consegui ir à praia, porém choveu.

Quando não usar a vírgula

Existem dois casos em que você não pode aplicar a vírgula de jeito nenhum: para separar o sujeito do predicado ou separar o verbo do complemento. Observe a frase: “A aula on-line fez a diferença durante a quarentena”. Repare que o sujeito “a aula on-line” não foi separado do predicado, assim como o verbo “fez” não foi separado do seu complemento.
 
Agora que você já sabe como usar a vírgula corretamente, será muito mais fácil acertar a pontuação na sua redação e nas questões de Língua Portuguesa, caso seja exigido esse conhecimento. Se quiser saber mais informações e dicas sobre Enem e vestibular, acesse o Blog do Hexag Medicina e confira nossos artigos.

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do Hexag.

Compartilhe

Sobre o autor

user

Comentários

Responsive Image

Bitnami