Início / Blog / Geografia / O que é erosão? Quais os tipos?

O que é erosão? Quais os tipos?

Responsive Image

Entender o que é erosão e quais são os seus tipos é muito importante para se dar bem em questões de geografia relacionadas ao tema no Enem e vestibulares. Ao longo deste artigo, você irá entender o que é esse processo que ocorre com o solo e as rochas e de que formas ele pode acontecer, acompanhe.

O que é erosão e como e como ela ocorre?

Erosão é o nome dado ao processo de desgaste e transporte pelo qual o solo e as rochas passam, o que pode ocorrer de forma natural, como pelo vento ou pela água, ou através dos chamados processos antrópicos, que são gerados através da ação do homem.

Funciona da seguinte forma: o solo ou rocha sofre um desgaste causado pela água ou pelo vento, que transporta os sedimentos de um local ao outro. Isso pode ser percebido de algumas formas, como através da poeira carregada pelo vento ou da lama que é formada em porções de água.

Tipos de erosão

Existem vários tipos de erosão, que variam de acordo com o agente causador. Veja, a seguir, quais são eles e entenda como ocorrem.

Erosão antrópica

Como mencionado anteriormente, a erosão antrópica ocorre através de ações do ser humano. O desmatamento de florestas para dar origem a pastos, a construção de estradas e o aplainamento de morros são exemplos dessas ações.

Diferentemente das erosões que acontecem através de forças naturais, como as que trataremos a seguir, a antrópica possui um ritmo acelerado e, por isso, é considerada como a mais danosa para a natureza.

Erosão eólica

O vento é um poderoso agente de erosão, capaz de transportar poeira, areia e cinzas de um lugar para outro. Em áreas mais secas, a areia que é levada através do vento pode, até mesmo, desgastar certos tipos de rocha, mas vale lembrar que é um processo lento e que as modificações podem levar milhares de anos para acontecer.

O Parque Nacional dos Arcos, localizado nos Estados Unidos, no estado de Utah, é um grande exemplo do poder da erosão eólica. Como o próprio nome sugere, o local conta com uma grande concentração de arcos naturais, formados através da ação do vento.

Erosão fluvial

A erosão fluvial ocorre quando o solo e as rochas são desgastados através da força dos rios. Dois tipos de erosão podem acontecer em diferentes estágios ao longo de um rio, que são a vertical (no leito) e a lateral (nas margens).

A capacidade erosiva de um rio depende principalmente da sua velocidade, que, quanto maior for, maior será a rapidez com que o solo será transformado. Rios localizados em áreas de altitude elevada tendem a ser mais velozes por conta da gravidade.

Erosão glacial

A erosão glacial é causada pelas geleiras ou pela neve, que se tornam abrasivas quando entram em contato com as rochas. Um fato importante a ser considerado é que o poder da erosão glacial é bem maior do que da fluvial, o que se deve aos processos de congelamento e descongelamento da água comum nos polos do planeta, comprimindo e dilatando o solo e as rochas.

Erosão marinha

A erosão marinha ocorre através da força do mar, que impacta diretamente o relevo das áreas litorâneas. Falésias, cavernas, restingas, praias, arcos e colunas de rocha estão entre os principais elementos que compõem paisagens costeiras e que são gerados através desse tipo de erosão. 

Erosão pluvial

As chuvas também são capazes de transformar o relevo, especialmente em regiões conhecidas pela intensidade e frequência desse fenômeno, como as áreas tropicais e equatoriais. Pode ocorrer através dos próprios respingos da chuva, pelo escoamento da água ou pelo transporte de partículas do solo por meio de canais.

Fatores que afetam a erosão

Existem diversos fatores naturais que podem afetar a erosão de uma paisagem, como o clima, a topografia, a vegetação. Entenda a influência de cada um desses elementos a seguir.

Clima: é considerado um dos fatores que mais influencia a erosão, pois inclui a precipitação das chuvas, o vento, a temperatura, a incidência do sol e a variabilidade sazonal, que gera a probabilidade de sedimentos serem transportados durante um evento climático, como o derretimento de neve ou um furacão, por exemplo.

Topografia: as características da superfície de uma área podem contribuir para o impacto da erosão sobre ela. As áreas mais altas estão mais sujeitas a serem modificadas pelo vento do que as mais baixas. Assim como o tipo de rocha também determina se será mais ou menos alterada.

Vegetação: a vegetação é capaz de retardar o impacto da erosão, isso porque as raízes das plantas aderem ao solo e às partículas de rocha, impedindo seu transporte durante chuvas ou vento. Desertos, que geralmente são áreas que não possuem uma vegetação densa, costumam ser as paisagens mais erodidas do planeta.

Para conferir outros conteúdos de geografia e dicas sobre Enem e vestibular, fique ligado no Blog do Hexag Medicina!

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do Hexag.

Compartilhe

Sobre o autor

user

Comentários

Responsive Image

Bitnami