Início / Blog / Português / MAS OU MAIS?

MAS OU MAIS?

Responsive Image

Não é difícil encontrar o emprego equivocado dessas palavras tão pequenas e tão importantes. Apesar do uso aparentemente simples, a troca de uma palavra pela outra ao escrever é um erro muito recorrente, e compromete a credibilidade do texto.

Inicialmente, é bom deixar claro que ambas as palavras existem na língua portuguesa e estão corretíssimas. O que as diferencia são os significados e, portanto, devem ser usadas em situações distintas.

Vamos entender como e quando empregar cada uma delas?

O MAS, SEM I

O mas, sem i, é uma palavra usada principalmente como conjunção adversativa e possui o mesmo valor que porém, contudo, todavia. Transmite uma ideia de oposição ou limitação, como nos exemplos abaixo:

Quero sair no sábado à noite mas estou sem dinheiro.

O concorrente até que se esforçou mas não conseguiu ser aprovado.

O mas, sem i, pode ser usado também como substantivo comum ou advérbio, como nos exemplos abaixo:

Nem mas, nem meio mas, tenha coragem para enfrentar as dificuldades, futuro doutor. (como substantivo comum)

Ele jogou bem, mas tão bem, que foi campeão da competição. (como advérbio)

Existe também a forma más (com acento agudo), que é o feminino de boas e plural de má, como no exemplo abaixo:

Eram meninas muito más.

O MAIS, COM I

O mais, com i, é uma palavra usada principalmente como advérbio de intensidade, transmitindo uma noção de quantidade ou intensidade maiores; ou como conjunção aditiva, transmitindo uma noção de adição e acréscimo. Tem sentido oposto a menos, como nos exemplos abaixo:

Hoje tivemos a noite mais fria do ano.

Oito mais seis são quatorze.

Eu mais meu esposo somos de Recife.

É isso, pessoal. Obrigado pela atenção e até uma próxima dica!

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do Hexag.

Compartilhe

Sobre o autor

Pércio

Pércio é professor de Língua Portuguesa no Hexag Vestibulares.

Comentários

Responsive Image