Início / Blog / Literatura / UNICAMP 2016 – Obras Literárias

UNICAMP 2016 – Obras Literárias

Responsive Image

O vestibular 2016 da Unicamp terá uma lista de obras literárias própria e se desvincula da Fuvest, com a qual tinha uma lista unificada há oito vestibulares.

Vamos ao que o aluno deve ficar atento:

Quantidade de obras:

Em vez de nove obras pedidas no último vestibular, a Unicamp aumenta para 12 em sua lista própria, sendo que apenas seis delas serão mantidas em relação ao último vestibular.

Características da nova lista:

O número de livros aumenta, porém alguns textos são mais curtos como crônicas e contos. A tônica da nova lista visa de fato ampliar as possibilidades estruturais de estudo do vestibulando com gêneros diversos que vão desde coletâneas de poemas líricos até peças teatrais, passando pelos tradicionais romances.

A novidade que ganha destaque nesta nova lista é a inserção de um autor africano de língua portuguesa que já vem aparecendo em alguns vestibulares do Brasil, mas que não tinha espaço até então nas listas unificadas Fuvest/Unicamp. O romance chama-se “Terra Sonâmbula” e o escritor é o Mia Couto.

Confira o programa com a lista completa das obras para o Vestibular 2016 da Unicamp:

– Poesia:

Sentimento do Mundo, Carlos Drummond de Andrade;

Sonetos, Luís de Camões. (Disponíveis em dominiopublico.gov.br)

– Teatro:

Lisbela e o prisioneiro, Osman Lins.

– Contos:

“Amor”, do livro Laços de Família, Clarice Lispector;

“A hora e a vez de Augusto Matraga”, do livro Sagarana, Guimarães Rosa;

“Negrinha”, do livro Negrinha, Monteiro Lobato.

-Romance:

Viagens na Minha Terra, Almeida Garret;

O cortiço, Aluísio Azevedo;

Capitães da Areia, Jorge Amado;

Til, José de Alencar;

Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis;

Terra Sonâmbula, Mia Couto.

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do Hexag.

Compartilhe

Sobre o autor

professor lucas hexag

Lucas Limberti

Lucas Limberti é professor de Literatura no Hexag Vestibulares.

Comentários

Responsive Image