Início / Blog / Geografia / Entenda o tornado que devastou cidade do oeste de Santa Catarina

Entenda o tornado que devastou cidade do oeste de Santa Catarina

Responsive Image

O Brasil se localiza no segundo lugar mais propício para ocorrência de tornados no mundo, um corredor que abrange os estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso do Sul, Triângulo Mineiro, centro-norte da Argentina, sul da Bolívia, Uruguai e Paraguai. Normalmente, é nesses países sul-americanos citados em que está a origem dos tornados, numa zona conhecida como Baixa Pressão do Chaco, região formadora de grandes tempestades.

Corredor de Tornados nos EUA

Corredor de Tornados nos EUA

No mundo, somente a região central dos Estados Unidos é mais favorável para manifestação desse fenômeno atmosférico. Quando comparados aos tornados que ocorrem no território estadunidense, no Brasil o fenômeno é menos frequente e com menor intensidade. A escala Fujita ampliada é usada para medir a força de um tornado e varia de EFO a EF5 e o período do ano mais propenso para ocorrência destes eventos naturais são as estações de transição, primavera e outono.

formação de tornados

Formação de um Tornado

A formação de um tornado necessita de duas condições. A primeira é o avanço de uma massa de ar frio e seca sobre uma massa quente e úmida, formando uma frente fria em áreas continentais e, a segunda, é a rotação do ar, que faz com que a ascensão do ar quente seja em forma de espiral. Na América do Sul , o encontro do ar frio da Patagônia com massas de ar da Amazônia podem desencadear o fenômeno.

Durante a passagem da frente fria, o ar frio provoca a ascensão do ar quente que leva a umidade para camadas superiores da atmosfera. Tal movimento favorece a formação de nuvens conhecidas como cúmulo-nimbo, formadoras de grandes tempestades. Essas nuvens pesadas crescem e as correntes ascendentes ganham força absorvendo mais ar quente. Quando o ar úmido atinge camadas mais frias da atmosfera sofre condensação e são formadas tempestades. Neste momento é que entra em ação a rotação do ar: ventos cruzados cortam as nuvens e induzem o ar subir girando em forma de espiral. É formado um funil conectando as nuvens cúmulo-nimbo ao solo, ou seja, o tornado.

Quando este movimento do ar em forma de funil é formado sobre a água é chamado de tromba d´água.

videoaula sobre tornados:

Confira outras vídeo-aulas de geografia clicando aqui.

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do Hexag.

Compartilhe

Sobre o autor

professor ricardo hexag

Ricardo Rocha

Ricardo Rocha é professor de Geografia no Hexag Vestibulares.

Comentários

Responsive Image