Início / Blog / Atualidades / Atualidades no Vestibular – Temas Importantes

Atualidades no Vestibular – Temas Importantes

Responsive Image

Manter-se atualizado é uma tarefa que pode ser bastante complicada, principalmente devido à quantidade enorme de assuntos que são discutidos. A seguir vão alguns dos temas que têm maior chance de serem abordados nos exames vestibulares.

Crise da Água

Uma estiagem jamais vista em muitas regiões brasileiras coloca em evidência duas questões vitais: a mudança climática global e a falta de planejamento de todas as esferas de governo no Brasil para lidar com a maior crise de desabastecimento de água de todos os tempos. Mudanças nos padrões de consumo, diminuição da poluição e degradação das fontes de água, melhor conservação das áreas de mananciais e planejamento mais eficiente e de longo prazo são algumas das soluções apontadas pelos especialistas.

Conflito na Ucrânia

Para aqueles que pensaram que a guerra fria estava acabada, eis que surge um novo capítulo. Enquanto a dividida população da Ucrânia entra em conflito armado, a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e a Rússia apoiam, respectivamente, o governo da Ucrânia e os rebeldes que querem sua reanexação à ‘Mãe Rússia’. Além da óbvia questão territorial entre os dois maiores exércitos da Europa, também estão colocadas o controle do fornecimento do gás que aquece a Europa e até mesmo o delicado equilíbrio de poder que havia marcado a guerra fria.

O Ebola e as doenças da Globalização

O recente surto do vírus Ebola na África Ocidental reforçou o medo que a Gripe Aviária, A SARS e a Gripe Suína já haviam causado na última década: a de que um novo surto de uma doença já conhecida ou de uma nova doença pudesse se espalhar rapidamente pelo mundo causando morte, histeria e prejuízos econômicos. O Ebola reforça a tese daqueles que afirmam que a velocidade com que tais doenças se alastram é resultado do processo de globalização, ou seja, a facilidade com que bens, serviços e pessoas viajam através do globo também favorecem a disseminação de doenças infecciosas.

O legado da Copa do mundo de futebol

Passada a copa do mundo de futebol, surge a inevitável pergunta: todo o esforço e gastos valeram a pena? Apesar da vexatória derrota esportiva, as opiniões sobre o legado que a copa deixa são muitas e certamente discordantes. Para alguns, o Brasil conseguiu provar ao mundo sua capacidade para organizar grandes eventos globais, e os gastos foram relativamente baixos quando comparados com o prestígio internacional e com as obras de infraestrutura que foram deixadas. Para outros, a corrupção que tomou conta de todo o processo de organização da copa, as obras inacabadas ou sequer começadas e os aproximadamente 28 bilhões de reais gastos na competição (além da derrota para a Alemanha) indicam que todo o evento foi um grande erro e que não deveria de fato ter acontecido.

O escândalo da Espionagem dos EUA

Primeiro surgiu o Wikileaks, o vazamento na internet de milhares de relatórios e dossiês secretos de vários governos, principalmente dos EUA. Depois, o técnico da NSA(National Security Agency – Agência Nacional de Segurança)  Edward Snowden denunciou publicamente que o governo dos EUA tem sistematicamente e globalmente espionado cidadãos comuns, empresas privadas e também líderes de vários países, inclusive seus próprios aliados. O escândalo de espionagem dos EUA espalhou indignação e expôs ao mundo que a privacidade que julgávamos usufruir não passava de uma ilusão.

Os Conflitos no Oriente Médio – O Exército Islâmico (ISIS)

Tentar entender os motivos que levam a tantos conflitos no Oriente Médio desafia a capacidade intelectual do cidadão comum. São muitos os elementos que compõem as explicações: Israel, conflitos religiosos, petróleo, o controle do canal de Suez, a proximidade com a Europa, a influência dos países ocidentais, a Primavera dos Povos Árabes… O surgimento do Exército Islâmico (ou ISIS, em inglês) fez com que todos os seus predecessores parecessem amadores. Mais de 17 mil combatentes tomaram de assalto regiões inteiras da Síria e do Iraque, e proclamaram a criação de um califado na região. Utilizando-se de métodos cruéis, bem armados e treinados, financiados por fontes secretas e pelo petróleo, audaciosos e ambiciosos, os guerrilheiros do EI/ISIS têm chocado o mundo com sua selvageria e velocidade de seu progresso.

 

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do Hexag.

Compartilhe

Sobre o autor

professor alexandre hexag

Alexandre Bacci

Alexandre Bacci é professor de Língua Inglesa no Hexag Vestibulares.

Comentários

Responsive Image